A AASPTJ-SP, representada pela presidente, Elisabete Borgianni, pela primeira secretária, Maria Helena Correa, pelo primeiro tesoureiro, Eduardo Campos Neves e pela conselheira fiscal Claudia Anaf, participou de audiência pública na Assembleia Legislativa pela aprovação dos Projetos de Lei Complementar de interesse dos servidores do Judiciário. Veja como foi

Atendendo à pedido da Associação, recebemos ofício do Tribunal de Justiça nos informando que irá majorar a gratificação das assistentes sociais e psicólogas que exercem cargo de chefia, já que suas jornadas de trabalho foram mantidas em 40 horas semanais, apesar da implantação da jornada reduzida de 30 horas para os Setores Técnicos do Judiciário paulista. Veja ofício do TJ

A AASPTJ-SP esteve em audiência com a Coordenadoria da Infância e Juventude do TJ-SP e com o Núcleo de Apoio Profissional na última terça (04/11). A reunião teve como objetivo debater sobre os programas de metodologia conhecidas como depoimento sem dano, que estão sendo implantadas em todo o país e, especificamente sobre o “Projeto de escuta não revitimizante de crianças e adolescentes vitimas de violência”, de autoria do TJ-SP.

Para você, metodologias conhecidas como depoimento sem dano...